Sala de Imprensa
HOME | BUSCA    

Institucional

Meio ambiente

O respeito pelo meio ambiente é um dos principais pilares de sustentação da Toyota. Desde o planejamento de suas fábricas, a montadora, em todo o mundo, realiza estudos sobre impacto ambiental e, a partir dos resultados obtidos, implementa suas unidades produtivas dentro de parâmetros que minimizem danos à fauna, à flora e à atmosfera. No Brasil, esse conceito foi aplicado na construção da fábrica de Indaiatuba, no interior do estado de São Paulo, onde é feito o sedã Corolla.

O processo produtivo (Toyota Production System, ou, em português, Sistema Toyota de Produção, consolidado a partir da década de 40) também agrega ações que minimizam o impacto ambiental. Isso ocorre, principalmente, por meio do Sistema de Gestão Ambiental, cujo principal objetivo é suplantar as exigências determinadas pela norma ISO 14001. Além disso, todos os colaboradores são estimulados a contribuir com sugestões que reduzam o consumo de insumos naturais, como parte da cultura de melhoria contínua (Kaizen) característica da Toyota.

As fábricas da Toyota do Brasil de São Bernardo do Campo (SP), onde se produz autopeças, e Indaiatuba, bem como o Centro de Distribuição de Guaíba, na Grande Porto Alegre (RS), são certificados pela norma ISO 14001.

A política de meio ambiente empregada pela Toyota também é disseminada em sua cadeia de fornecedores e na Rede de Concessionárias. Para os fornecedores, a montadora lançou em junho de 2007 o Guia Ambiental de Compras, um manual que os orienta sobre como produzir seus produtos dentro de parâmetros ecologicamente responsáveis. Dos 173 fornecedores da Toyota do Brasil, 130 possuem certificação ISO 14001.

Na Rede de Concessionárias, a montadora aplica o programa Derap (Dealer Environmental Risk Audit Program, em inglês), que significa, em português, Programa de Auditoria de Riscos Ambientais em Distribuidores. Desenvolvido pela Toyota do Japão, o Derap estabelece metas e avalia as concessionárias da marca quanto à política ambiental da Toyota. Nessa avaliação, são considerados, entre outros, fatores como redução de consumo de energia, água e papel e armazenamento e descarte do óleo retirado dos veículos, nos processos regulares de troca. Mais de 65% dos distribuidores Toyota já aderiram ao Derap e, até o fim do ano, a totalidade dos concessionários deverá fazer parte do programa.

A Toyota também atua nas comunidades onde está situada com a conservação de praças, campanhas corporativas, programas de educação ambiental para alunos de escolas públicas e eventos culturais de conscientização sobre a preservação da natureza, voltados para a população.

Como consequência dessa política ambiental consistente, em 2009, a Toyota conquistou o prêmio 15º Prêmio Fiesp de Mérito Ambiental e no ano de 2008 outros importantes prêmios, entre eles: a) 14º Prêmio Fiesp de Mérito Ambiental, concedido pelo trabalho \\\"Projetos de Energia Renovável e de Eficiência e Conservação de Energia em Processos Produtivos e Não-Produtivos\\\", no qual a Toyota descreveu suas principais atividades de eficiência e conservação de energia e utilização de energia renovável; b) Carro “Verde” do Brasil, conferido ao Corolla pela revista CAR Magazine, por ser o automóvel nacional com o maior número de qualidades relacionadas à proteção ambiental e com o maior número de componentes recicláveis.